radio
NOVA PROIBIÇAO

URGENTE: Após massacre, Governo Bolsonaro pode proibir jogos como Free Fire, Pubg e Fortnite no Brasil

URGENTE: Após massacre, Governo Bolsonaro pode proibir jogos como Free Fire, Pubg e Fortnite no Brasil

14/03/2019 10h03
Por: Redacao
Fonte: alagoasalerta
325
TERROSISMO
TERROSISMO
 

Após massacre em Suzano, São Paulo, onde um adolescente e um homem encapuzados atacaram a Escola Estadual Raul Brasil, na manhã desta quarta-feira (13) e mataram sete pessoas, governo pode proibir jogos como Free Fire, Pubg e Fortnite no Brasil. O Brasil não será o primeiro país a proibir jogos violentos, outros países já proibiram jogos desse tipo, em 2008 o jogo ‘GTA IV’ foi proibido na Tailândia após homicídio. Um jovem roubou e matou um taxista de 54 anos, A polícia informou que o jovem não mostrava sinais de problemas mentais durante o interrogatório, e que havia confessado ter cometido o crime por causa do jogo. GTA foi proibido aqui no Brasil alguns anos depois. O presidente Jair Bolsonaro postou mensagem na rede social Twitter em que prestou condolências aos parentes das vítimas do massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo:Após massacre em Suzano, São Paulo, onde um adolescente e um homem encapuzados atacaram a Escola Estadual Raul Brasil, na manhã desta quarta-feira (13) e mataram sete pessoas, governo pode proibir jogos como Free Fire, Pubg e Fortnite no Brasil. O Brasil não será o primeiro país a proibir jogos violentos, outros países já proibiram jogos desse tipo, em 2008 o jogo ‘GTA IV’ foi proibido na Tailândia após homicídio. Um jovem roubou e matou um taxista de 54 anos, A polícia informou que o jovem não mostrava sinais de problemas mentais durante o interrogatório, e que havia confessado ter cometido o crime por causa do jogo. GTA foi proibido aqui no Brasil alguns anos depois. O presidente Jair Bolsonaro postou mensagem na rede social Twitter em que prestou condolências aos parentes das vítimas do massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo: “Presto minhas condolências aos familiares das vítimas do desumano atentado ocorrido hoje na Escola Professor Raul Brasil, em Suzano, São Paulo. Uma monstruosidade e covardia sem tamanho. Que Deus conforte o coração de todos!”. Os dois assassinos que mataram nesta quarta-feira (13) oito pessoas em Suzano (SP) eram ex-alunos da Escola Estadual Raul Brasil, alvo do ataque, disse o secretário de Segurança Pública de São Paulo, João Camilo Pires de Campos. De acordo com ele, os cinco alunos assassinados tinham entre 15 e 17 anos de idade. Também foram mortos duas funcionárias do colégio e o proprietário de uma loja próximo ao local. Jogos violentos foram apreendido na casa de Luiz Henrique um dos assassinos do massacre da Escola Raul Brasil em Suzano. Os assassinos – Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Henrique de Castro, de 25 – eram ex-alunos do colégio. Segundo a PM, as vítimas do ataque a tiros são quatro estudantes da Escola Estadual Raul Brasil e duas funcionárias. Os dois autores do massacre cometeram suicídio depois. Siga as últimas notícias do ataque em Suzano Um ataque a tiros à Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, matou ao menos sete pessoas, entre elas ao quatro estudantes adolescentes e duas funcionárias, segundo o Governo do Estado. De acordo com a Polícia Militar, dois jovens invadiram a escola em Suzano, atiraram contra os estudantes e funcionários que estavam no local e cometeram suicídio depois. E um ferido, que chegou a ser socorrido, morreu —totalizando nove mortos. As informações, contudo, ainda são desencontradas, pois a PM chegou a confirmar dez mortos no total (incluindo os atiradores). Também há feridos, alguns em estado grave, que foram levados para hospitais da região. Unidades do Corpo de Bombeiros, do Samu e da Polícia Militar continuam na escola, que foi isolada. O que se sabe até agora sobre o ataque à E.E. Professor Raul Brasil PM confirma as mortes de quatro estudantes do ensino médio e duas funcionárias. Os dois atiradores, que cometeram suicídio depois. E o Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo confirmou a morte de mais um ferido. Total de mortes confirmadas oficialmente: nove, incluindo os dois autores do atentado. Lista de vítimas só será divulgada após as famílias serem comunicadas; Governo do Estado diz que os atiradores não são alunos nem ex-alunos, mas investigações continuam. Há uma dezena de feridos, alguns em estado grave, socorridos a hospitais da região. Os autores do massacre tinham um revolver calibre 38 e uma arma medieval com flechas. Ataque ocorreu pouco depois das 9h. Governador João Doria lamenta profundamente a tragédia ocorrida na Escola Estadual Raul Brasil, na manhã desta quarta (13). Por esta razão, o Governador decreta luto oficial de três dias no Estado e deixa toda a sua solidariedade aos familiares e amigos das vítimas. Um aluno chamado Lucas Alves, de 16 anos, disse em entrevista à imprensa que ouviu "uns quinze barulhos de tiro" durante o ataque na escola de Suzano. A tia permitiu que ele concedesse a entrevista. Segundo Lucas, apenas um dos adolescentes estava armado. Lucas diz que o ambiente da escola era tranquilo e que desconhecia ameaças ou conflitos.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Atalaia - AL
Atualizado às 03h55
22°
Muitas nuvens Máxima: 32° - Mínima: 22°
22°

Sensação

2.5 km/h

Vento

95%

Umidade

Fonte: Climatempo
FARMACIA POPULAR
PROF LESSO
PINHEITO PROMOÇAO
Anúncio arranha-céu MF INFORMATICA
PINHEITO PROMOÇAO 2
Municípios
Banner sessão política
Últimas notícias
Banner abaixo sessão esportes IMPERIO
QUINHO DO PORTAO
Banner sessão esportes INOVAR
Mais lidas
Banner sessão entretenimento
Banner ao lado dos blogs WEBE FIBE