radio
TURISMO

Taxa de ocupação hoteleira para o feriado do dia 12 em AL chega a 92,95%

Taxa de ocupação hoteleira para o feriado do dia 12 em AL chega a 92,95%

09/10/2018 17h53
Por: ADMINISTRADOR
Fonte: ALAGOASALERTA
33
TURISMO
TURISMO

Alagoas já se tornou destino certo nos feriados nacionais, seja para descansar, passear com a família, curtir as belezas naturais ou até mesmo trabalhar e estudar. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH-AL), a taxa de ocupação hoteleira para o feriado do dia 12 de outubro chega a 92,95% nos hotéis associados. No mesmo período estará acontecendo o XII Encontro Norte e Nordeste de Angiologia, Cirurgia Vascular e Endovascular, um evento com cerca de 1000 pessoas, o que comprova a força que o destino tem tido no turismo de eventos.

“Estamos fazendo um forte trabalho através de feiras e encontros de turismo para atrair ainda mais pessoas para nosso estado. Esse trabalho tem tido o apoio do poder público, mas é importante que cada vez mais eles estejam próximos, investindo”, destaca Milton Vasconcelos, presidente da ABIH-AL.

Ele ressalta ainda que, embora os feriados sejam o ponto alto do turismo, nos meses sem feriado, a ocupação média continua baixa, o que acarreta um ticket médio abaixo do esperado para a economia do setor.

Em comparação ao ano passado, o feriado de Nossa Senhora aparecida não apresenta novidades, uma vez que a taxa de ocupação foi igual, ficando em 92,91%. “Embora pareça alta, temos uma capacidade muito maior de atração, uma vez que essa ocupação é em referencia aos hotéis associados da ABIH-AL, que em sua maioria fica na capital de Maceió, mas Alagoas é muito maior e consegue muito mais captação de turistas”, ressalta Milton.

*Redação Alagoas Alerta com Assessoria

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários