radio
MENOS RUIM

Em ato, Cid Gomes diz que Haddad é 'o menos ruim para o Brasil'

Aos eleitores, disse que não deviam criar muitas expectativas, mas que deviam votar em Haddad, para evitar que Jair Bolsonaro (PSL) chegue ao poder

20/10/2018 20h52
Por: ADMINISTRADOR
Fonte: NOTICIAAOMINUTO
109
ELEIÇAO 2018
ELEIÇAO 2018

 

senador eleito Cid Gomes (PDT-CE) se viu fazendo campanha para o presidenciável que considera o "menos ruim para o Brasil" neste sábado (20).

 
PUBLICIDADE

Foi assim que descreveu Fernando Haddad (PT) enquanto distribuía adesivos com o nome do petista em Sobral, no Ceará, berço político dos Ferreira Gomes.

+ No Rio, Jair Bolsonaro fala em acabar com a reeleição

Aos eleitores, disse que não deviam criar muitas expectativas, mas que deviam votar em Haddad, para evitar que Jair Bolsonaro (PSL) chegue ao poder -candidato que considera uma "aventura obscurantista".

Em evento de apoio a Haddad na última segunda-feira (15), Cid cobrou da direção do PT que se desculpe pelos erros que cometeu. Foi vaiado pela plateia e ouviu um grito de "Lula livre", ao qual respondeu que "o Lula tá preso, babaca". Ele ainda disse que o partido merece perder caso não faça uma autocrítica.

Em Sobral, ele disse que seu projeto ideal é o de ver seu irmão, Ciro Gomes (PDT), derrotado nas eleições no primeiro turno neste ano, presidente. "Ciro presidente, se não é agora, será se Deus quiser, em 2022." Com informações da Folhapress.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários