No ar
Segunda, 10 de dezembro de 2018
82 998044970
Esportes

24/09/2018 ás 15h09 - atualizada em 24/09/2018 ás 17h41

92

Redacao

ATALAIA / AL

Neymar ajuda na lábia, e PSG aumenta flerte para contar com Lucas Paquetá a partir de janeiro
Admirador do jovem desde 2016, craque estreita contato com franceses, que já tiveram reuniões por camisa 11, mas não formalizaram proposta. Clube usa boa relação contra concorrência
Neymar ajuda na lábia, e PSG aumenta flerte para contar com Lucas Paquetá a partir de janeiro
PSG

Um padrinho de respeito, contatos mais próximos e um flerte que virou namoro. O Paris Saint-Germain é quem mais trabalha nos bastidores para contar com Lucas Paquetá a partir de janeiro. É bom que se diga logo: não há proposta formalizada. Mas os franceses têm se reunido e já aprovaram internamente o nome do camisa 11 do Flamengo, que já ouviu maravilhas de Neymar sobre o clube.





Não é de hoje que o camisa 10 da Seleção elogia o talento rubro-negro. Quando ainda era só uma promessa na Gávea, Paquetá participou de treinamentos com a seleção olímpica, em 2016, e chamou a atenção de Neymar. A dupla se aproximou na última convocação de Tite, e o craque intensificou o lobby pelo PSG.




Neymar falou espontaneamente sobre o que encontraria de positivo em Paris, e Paquetá gostou do que ouviu. Já houve também conversas para dar o pontapé inicial para as tratativas. Nada, entretanto, foi formalizado ao Flamengo ainda.




À distância, outros gigantes europeus monitoram a situação de Lucas Paquetá. O PSG, por sua vez, surge como um "paquerador mais íntimo". A aproximação de Rabiot com o Manchester City é outro fator que torna o brasileiro um alvo mais intenso dos franceses.



O meio-campista, que passou pelo clube inglês na base, fica livre ao término da temporada europeia e estará apto a assinar pré-contrato em janeiro. Paquetá seria uma aposta do alemão Thomas Tuchel, que observa seu desempenho.




Além da boa fase e da convocação para Seleção, o jogador do Flamengo abre o mercado internacional por não ser considerado extracomunitário. Paquetá tem passaporte português.




O flerte com o PSG ainda não chegou ao estágio de definição de valores. É consenso entre representantes e o Flamengo, por sua vez, que o pagamento da multa de 50 milhões de euros é utópico.


A expectativa é de que Paquetá siga para o futebol europeu por uma cifra na casa dos 30 a 35 mi com bônus por rendimento. Internamente, o Rubro-Negro teme por cobranças pelo montante ser menor do que o recebido por Vinícius Junior.


Faltando três meses para abertura da janela, é cada vez mais forte a previsão de que Paquetá inicie 2019 vestindo a camisa de um clube europeu e tudo se defina até o fim de outubro. O PSG namora, Neymar tenta ajudar na conquista, e amigos avaliam se vale a pena responder ao chamado de "fale agora ou cale-se para sempre".



Um padrinho de respeito, contatos mais próximos e um flerte que virou namoro. O Paris Saint-Germain é quem mais trabalha nos bastidores para contar com Lucas Paquetá a partir de janeiro. É bom que se diga logo: não há proposta formalizada. Mas os franceses têm se reunido e já aprovaram internamente o nome do camisa 11 do Flamengo, que já ouviu maravilhas de Neymar sobre o clube.





Não é de hoje que o camisa 10 da Seleção elogia o talento rubro-negro. Quando ainda era só uma promessa na Gávea, Paquetá participou de treinamentos com a seleção olímpica, em 2016, e chamou a atenção de Neymar. A dupla se aproximou na última convocação de Tite, e o craque intensificou o lobby pelo PSG.




Neymar falou espontaneamente sobre o que encontraria de positivo em Paris, e Paquetá gostou do que ouviu. Já houve também conversas para dar o pontapé inicial para as tratativas. Nada, entretanto, foi formalizado ao Flamengo ainda.




À distância, outros gigantes europeus monitoram a situação de Lucas Paquetá. O PSG, por sua vez, surge como um "paquerador mais íntimo". A aproximação de Rabiot com o Manchester City é outro fator que torna o brasileiro um alvo mais intenso dos franceses.



O meio-campista, que passou pelo clube inglês na base, fica livre ao término da temporada europeia e estará apto a assinar pré-contrato em janeiro. Paquetá seria uma aposta do alemão Thomas Tuchel, que observa seu desempenho.




Além da boa fase e da convocação para Seleção, o jogador do Flamengo abre o mercado internacional por não ser considerado extracomunitário. Paquetá tem passaporte português.




O flerte com o PSG ainda não chegou ao estágio de definição de valores. É consenso entre representantes e o Flamengo, por sua vez, que o pagamento da multa de 50 milhões de euros é utópico.


A expectativa é de que Paquetá siga para o futebol europeu por uma cifra na casa dos 30 a 35 mi com bônus por rendimento. Internamente, o Rubro-Negro teme por cobranças pelo montante ser menor do que o recebido por Vinícius Junior.


Faltando três meses para abertura da janela, é cada vez mais forte a previsão de que Paquetá inicie 2019 vestindo a camisa de um clube europeu e tudo se defina até o fim de outubro. O PSG namora, Neymar tenta ajudar na conquista, e amigos avaliam se vale a pena responder ao chamado de "fale agora ou cale-se para sempre".


*Globo Esporte







FONTE: *Globo Esporte

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium