radio
JUSTIÇA
Já são mais de 30 denúncias de mulheres vítimas do ex-servidor da Câmara
Já são mais de 30 denúncias de mulheres vítimas do ex-servidor da Câmara
16/04/2019 21h10
Por: Redacao
Fonte: *Redação Alagoas Alerta com Gazetaweb
17
ABSURDO!!
ABSURDO!!

Conforme o tempo vai passando, mais denúncias de estupro vão surgindo contra o ex-servidor público da Câmara de Maceió, Benício Vieira de Lima. Só nesta terça-feira (16), outros doze casos foram relatados à Polícia Civil.

Segundo investigações, ele pode ter abusado sexualmente de mais de 30 mulheres.

A previsão é que hoje Benício seja encaminhado para o sistema prisional alagoano. Às vítimas foram atacadas, principalmente, nos bairros Jacintinho, Feitosa e Guaxuma. A polícia não descarta que a quantidade de mulheres violentadas tenha sido ainda maior, já que as ocorrências foram contabilizadas a partir de 2015. 

 

De acordo com a delegada Ana Luiza Nogueira, gerente de Polícia Judiciária e que coordenou a operação que culminou com a prisão de Benício, "onze adolescentes e uma maior estão fazendo o reconhecimento. Chegaram novos casos, fora os casos citados de ontem. São mais de trinta vítimas", apontou a delegada.

Benício Vieira de Lima, 46 anos, passou a ser investigado e foi preso nessa segunda-feira (15), após a Secretaria de Estado da Saúde procurar às autoridades de segurança pública e relatar o aumento de registros de violência sexual. "Ele deve pegar uma pena muito alta porque vai ser somado cada crime que ele cometeu, vai ultrapassar 100 anos, muito embora só possa cumprir o máximo de 30", afirma Ana Luiza.

As vítimas de Benício - que era servidor público da Câmara de Vereadores de Maceió - tinham entre 11 e 17 anos, quase sempre foram abordadas na rua e eram forçadas a entrar em veículo e em seguida estupradas em cômodo de escritório, no Farol. Os inquéritos contra o servidor público tramitam em três delegacias especializadas.

 
 *Redação Alagoas Alerta com Gazetaweb
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários